Imposto de Renda 2020: Tive operações em bolsa de valores. O que fazer no IR?

Como declarar o Imposto de Renda sobre ações

Presente pelo menos uma vez por ano na realidade de todo investidor, a tarefa de declarar o Imposto de Renda sobre ações e investimentos é sempre algo que gera muitas dúvidas.

Declarar o Imposto de Renda sobre ações é um subdividido em várias e específicas etapas, que demandam muita atenção principalmente quando o investidor tem pouca experiência. Haja visto a grande quantidade de informação que precisa ser repassada de maneira compilada e direta para interpretação da Receita Federal.

Vamos abordar aqui alguns detalhes que envolvem operações com ações e fundos imobiliários para que o investidor não deixe de fazer uma boa opção de investimento e também não ter problemas na hora de declarar o Imposto de Renda 2020.

Continuar lendo Imposto de Renda 2020: Tive operações em bolsa de valores. O que fazer no IR?

Imposto de Renda 2020: saiba como doar parte do Imposto de Renda a projetos sociais

Doações para Fundos de Direitos da Criança e do Adolescente e Fundos de Conselho do Idoso. A partir deste ano, doações para idosos podem ser feitas na declaração.

Usar uma das principais obrigações anuais do brasileiro para fazer o bem. É assim que o contribuinte pode destinar parte do imposto de renda a projetos sociais. A opção está disponível no próprio programa da declaração anual, que permite a doação de até 6% do imposto devido ou da restituição.

Neste ano, a Receita Federal criou uma novidade. O contribuinte poderá doar, diretamente na declaração, recursos para fundos controlados por conselhos municipais, estaduais e nacionais do idoso. A novidade foi instituída pela Lei 13.797/2019, com validade para declarações a partir de 2020.

Continuar lendo Imposto de Renda 2020: saiba como doar parte do Imposto de Renda a projetos sociais

Pronampe: conheça o programa nacional de apoio às micro e pequenas empresas

Pronampe: conheça o programa nacional de apoio às micro e pequenas empresas

Para ajudar micro e pequenas empresas impactadas pela pandemia do novo coronavírus e buscar manter empregos, o governo federal criou, por meio da Lei 13.999, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe): uma linha de crédito especial de R$ 15,9 bilhões.

Continuar lendo Pronampe: conheça o programa nacional de apoio às micro e pequenas empresas

IRPF 2020: Devo informar meus bens patrimoniais? Por quê?

IRPF 2020: Devo informar meus bens patrimoniais? Por que?

Na hora de preencher a sua declaração do imposto de renda, existem basicamente quatro informações que você deve prestar à Receita Federal: rendimentos, dívidas, pagamentos ou doações e seus bens. Não que bens sejam tributados, mas o Leão quer conhecer saber a sua evolução patrimonial, de onde vêm e para onde vão os rendimentos que você recebe.

Continuar lendo IRPF 2020: Devo informar meus bens patrimoniais? Por quê?

IRPF 2020: o que fazer quando se tem mais de uma fonte de rendimentos

IRPF 2020: o que fazer quando se tem mais de uma fonte de rendimentos

Ter mais de uma fonte pagadora é mais comum do que se imagina. E não é apenas o contribuinte que mantém dois empregos que deve se preocupar com a forma correta de declarar o IR. O mesmo acontece com quem trocou de emprego no ano passado ou quem, além do emprego formal, também atuou como microempreendedor individual (MEI), por exemplo.

Continuar lendo IRPF 2020: o que fazer quando se tem mais de uma fonte de rendimentos

IRPF 2020: quem pode ser declarado como dependente

Podem ser consideradas dependentes as pessoas que, de acordo com a Tabela de Relação de Dependência da Declaração, mantiveram relação de dependência com o declarante, mesmo que por menos de 12 meses no ano-calendário de 2019, como nos casos de nascimento e falecimento.

Continuar lendo IRPF 2020: quem pode ser declarado como dependente

Comitê de combate à COVID-19 em Uberlândia libera funcionamento de vários setores comerciais a partir de segunda-feira, dia 27 de abril

Empresários deverão seguir uma série de medidas de segurança obrigatórias.

Após a deliberação e avaliação criteriosa do núcleo estratégico do Comitê de Enfrentamento ao Covid-19, foram alteradas as diretrizes para funcionamento dos estabelecimentos na cidade durante a pandemia do novo coronavírus. A nova resolução permite uma abertura escalonada de novos setores comerciais (divididos em categorias) a partir da próxima segunda-feira (27), mediante o cumprimento de uma série de medidas de segurança por parte dos empresários. Até o próximo domingo (26), apenas os estabelecimentos autorizados anteriormente poderão continuar atendendo o público presencialmente.

Continuar lendo Comitê de combate à COVID-19 em Uberlândia libera funcionamento de vários setores comerciais a partir de segunda-feira, dia 27 de abril

Covid-19: impostos e obrigações que tiveram pagamentos adiados devido à pandemia

Abaixo você confere a relação dos impostos e obrigações acessórias que tiveram, até o momento, seus pagamentos adiados.

As atualizações estão sendo constantes e podem sofrer alterações a qualquer momento.

Última atualização: 19 de maio de 2020.

Continuar lendo Covid-19: impostos e obrigações que tiveram pagamentos adiados devido à pandemia

Covid-19: medidas tomadas pelo Governo Federal para manutenção do emprego e renda

Medidas tomadas pelo Governo Federal para manutenção do emprego

Com o objetivo de manter o emprego durante a pandemia do Covid-19, O Governo Federal implantou dois importantes programas: o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e o Programa Emergencial de Suporte a Empregos, através das Medidas Provisórias 936/2020 e 944/2020, respectivamente.

Continuar lendo Covid-19: medidas tomadas pelo Governo Federal para manutenção do emprego e renda

Medida Provisória 927/2020 define ações trabalhistas para empresas enfrentarem o estado de calamidade

Medida Provisória 927/2020 define ações trabalhistas para enfrentamento do estado de calamidade

Foi publicada, na Edição Extra do DOU de 22.03.2020, a Medida Provisória n° 927/2020, que reconhece o estado de força maior e regulamenta as alternativas trabalhistas que poderão ser adotadas pelos empregadores durante o período de enfrentamento da calamidade pública do Coronavírus (COVID-19) para preservação do emprego e da renda.

Durante este período, poderão ser adotados, dentre outras medidas, o teletrabalho, a antecipação de férias individuais, concessão de férias coletivas, aproveitamento e a antecipação de feriados, banco de horas, suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho direcionamento do trabalhador para qualificação, e o adiamento do recolhimento do FGTS.

Continuar lendo Medida Provisória 927/2020 define ações trabalhistas para empresas enfrentarem o estado de calamidade